Data de Hoje
4 August 2021

Creche mantinha 17 crianças presas às cadeiras pelas fraldas

Fiscais da Vigilância Sanitária de Curitiba, durante uma visita de rotina à creche Happy Day, ontem, testemunharam 17 crianças presas em cadeiras com as fraldas. A dona da creche, Maraísa Silvestre, contestou o número, mas admitiu que pelo menos quatro crianças estavam presas às cadeiras pela cintura. 

Além disso, de acordo com nota encaminhada ao Globo pela assessoria da Vigilância Sanitária, as crianças estavam sob os cuidados de uma única profissional, que alegou ter recorrido ao procedimento para evitar que elas se machucassem. O caso registrado pelos fiscais foi encaminhado ao Conselho Tutelar do bairro, que irá solicitar abertura de investigação ao Ministério Público Estadual, com base nas normas do Estatuto da Criança e do Adolescente. 



A Happy Day é uma escola particular de educação infantil em funcionamento há cerca de 20 anos e não tinha histórico de problemas anteriores. A proprietária da creche afirmou que “houve um pequeno erro”, que teria sido causado por uma funcionária auxiliar, colocada emergencialmente para cuidar das crianças até a chegada da professora responsável, que tinha se atrasado.

Segundo Maraísa, essa funcionária decidiu prender crianças entre 2  anos e meio e 3 anos de idade a cadeiras para evitar que elas caíssem no chão, enquanto iria buscar um lanche de frutas que seria servido a elas.

Facebook Comments