Data de Hoje
23 October 2021

Cunha vai recorrer até sexta de decisão do STF que suspendeu tramitação de impeachment

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse nesta quarta-feira (14) que vai recorrer até sexta (16) da decisão do Supremo Tribunal Federal que suspendeu liminarmente o rito definido por ele para a tramitação de um eventual processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Cunha havia anunciado a intenção de entrar com o pedido no tribunal nesta quarta, mas após pedido de líderes da oposição, determinou maior prazo para a apresentação do recurso, sob o argumento de não “pecar por detalhes”. “Se for fazer uma coisa muito açodada no mesmo dia, você pode pecar por detalhes que podem fazer falta no fim”, justificou. Segundo a decisão do STF, os procedimentos definidos pela questão de ordem ferem a lei que estabeleceu as regras de tramitação dos processos por crime de responsabilidade contra o presidente da República e ministros de Estado. A oposição lamentou a decisão tomada pelos ministros do STF. “Tínhamos a convicção de que ganharíamos o recurso no plenário”, disse o líder do PSDB, Carlos Sampaio (SP), à Agência Brasil. Um novo pedido de impeachment deverá ser apresentado nesta sexta com o argumento de que os atrasos dos repasses a bancos públicos ocorreram este ano, no mandato atual, a partir de parecer do procurador do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), Júlio Marcelo de Oliveira.

Por: BN

Facebook Comments