Data de Hoje
20 January 2022

Das 123 fake news encontradas por agências de checagem, 104 beneficiaram Bolsonaro

Petista subiu sete pontos porcentuais, acima da margem de erro. No levantamento nacional, ex-prefeito tem 44%, contra 56% de Bolsonaro

Entre as cinco regiões do país, o Norte é onde se verificou o crescimento mais acentuado de Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência da República, nas duas últimas pesquisas Datafolha divulgadas em 18 de outubro e nesta quinta-feira.

Embora permaneça atrás de Jair Bolsonaro (PSL), seu rival no segundo turno, o petista subiu de 34% para 41% nas intenções de votos válidos nos estados da região. O deputado caiu sete pontos porcentuais (66% para 59%).

O resultado contribuiu para uma redução de seis pontos da diferença entre os adversários na pesquisa nacional. Em relação à semana passada, Bolsonaro caiu três pontos, de 59% para 56% e Haddad subiu, de 41% para 44%.

O cálculo de votos válidos, desconta brancos nulos e indecisos e é o mesmo parâmetro usado pelo Tribunal Superior Eleitoral para a totalização do resultado das eleições.

No Sul, a variação também ocorreu acima da margem de erro (que é de dois pontos porcentuais). Bolsonaro caiu de 69% para 65% na região, enquanto o ex-prefeito de São Paulo foi de 31% a 35%.

A única região onde Haddad lidera é no Nordeste. Ele passou de 63% em 18 de outubro para 66% nesta quinta, ampliando sua vantagem sobre o deputado federal, que oscilou para baixo (de 37% para 34%).

No Sudeste, o deputado federal do PSL caiu de 65% para 63% (Haddad foi de 35% a 37%). Bolsonaro ampliou sua vantagem apenas no Centro-Oeste, onde passou de 68% para 69% e o petista oscilou de 32% para 31%.

Facebook Comments