Data de Hoje
14 August 2022
foto reprodução

Depois de 6 meses audiência de conciliação do naufrágio da Cavalo Marinho I acontece nesta segunda-feira

Uma audiência de conciliação relacionada ao naufrágio da lancha Cavalo Marinho I será realizada às 11h15 desta segunda-feira (5/3), na 3ª Vara de Relações de Consumo, no Campo da Pólvora, em Salvador, por determinação da juíza Ana Cláudia Silva Mesquita. A audiência terá a atuação do advogado criminalista Luiz Coutinho.

A ação indenizatória por danos materiais e morais tem como autor o sobrevivente Justino Apóstolo de Jesus, que  perdeu a companheira Alessandra Bonfim dos Santos na tragédia. Figuram como réus a CL Empreendimentos Ltda, dona da embarcação que atuava no sistema de travessia Salvador-Mar Grande, e seu gestor, Lívio Garcia Galvão Júnior.

Com 34 anos de idade, Alessandra dos Santos deixou o viúvo e o filho do casal, Moisés dos Santos Apóstolo de Jesus, de apenas um ano e seis meses de idade na época em que a embarcação tombou na Baía, causando a mortes de 19 pessoas, ao todo, na saída de Mar Grande, na Ilha de Itaparica, no dia 24 de agosto de 2017.

A Cavalo Marinho I era a segunda menor embarcação da frota de seis embarcações pertencentes à empresa, sendo usualmente utilizada como barco reserva e seria mais apropriada para uso no verão – e não no inverno -, por ser mais estreita e instável. No dia do acidente, em virtude do mau tempo, o comandante tinha a faculdade de suspender a travessia por conta própria em condições adversas, mas não o fez.

Facebook Comments