Data de Hoje
21 September 2021
Deputada Raquel Muniz (Foto: Gabriela Korossy/Câmara dos Deputados)

Deputada dedica “sim” à gestão do marido e ele é preso pela PF em seguida

Ruy e Raquel Muniz. Prefeito de Montes Claros foi preso pela PF (Foto:Reprodução/Facebook)
Ruy e Raquel Muniz. Prefeito de Montes Claros foi preso pela PF (Foto:Reprodução/Facebook)

Menos de 12 horas após a deputada Raquel Muniz (PSD) justificar o voto a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) à gestão do marido, que é prefeito da cidade de Montes Claros, em Minas Gerais, Ruy Adriano Borges Muniz (PSB) foi preso pela Polícia Federal na manhã desta segunda-feira (18).  “Meu voto é em homenagem às vítimas da BR-­251. É para dizer que o Brasil tem jeito e o prefeito de Montes Claros mostra isso para todos nós com sua gestão”, afirmou a parlamentar durante sessão na Câmara.

E essa não foi a primeira vez que a deputada exaltou o trabalho do marido no combate a corrupção. “Não podemos mais permitir essa situação. Em Montes Claros, minha cidade natal, o Prefeito Ruy Muniz, senhoras e senhores, criou a Secretaria de Prevenção à Corrupção. E, lá, temos lutado para dar mais qualidade de vida aos montes-clarenses, para garantir dignidade à nossa gente”, disse.

Mas, de acordo com a Polícia Federal, o prefeito é suspeito de usar de meios fraudulentos para inviabilizar o funcionamento dos hospitais Santa Casa, Universitário Clemente Faria, Aroldo Tourinho e Dilson Godinho, em Montes Claros, segundo informações do G1.

A prisão, que aconteceu em caráter preventivo, faz parte da operação “Máscara da Sanidade II – Sabotadores da Saúde”, que vai cumprir quatro mandados de busca e apreensão na prefeitura e secretaria de Saúde da cidade.

Por Metro1
Facebook Comments