Data de Hoje
23 September 2021
(Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil)

Dilma anuncia reforma ministerial e corte nos gastos

A presidenta Dilma Rousseff acaba de anunciar a reforma ministerial que reduz em oito o número de ministérios. A nova configuração ministerial, finalizada nesta quinta, 1°, com a ajuda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, inclui a extinção e fusão de pastas e a realocação de titulares dos ministérios.

Além disto, a presidente anunciou a redução de 30 secretarias nacionais em todos os ministérios e três mil cargos comissionados, além do corte de 10% na remuneração dos ministros.

“Vamos reduzir em até 20% os gastos de custeio e criar em todos os ministérios limites de gastos com telefone, passagens e diárias. Vamos revisar todos os contratos de aluguel, prestação de serviços, como de vigilância, segurança, TI (tecnologia da informação) e demais serviços administrativos e rever o uso do patrimônio da União, buscando tornar mais eficientes os imóveis”, disse ela.

No novo desenho da equipe, o PMDB teve ampliado de seis para sete o número de pastas. Entre os ministérios que o partido passa a comandar estão o da Saúde, com o deputado Marcelo Castro (PI), e o da Ciência e Tecnologia, com Celso Pansera (RJ). A Secretaria da Pesca foi para Agricultura.

O Gabinete de Segurança Institucional perdeu o status de ministério, e a Secretaria de Assuntos Estratégicos será extinta. A Secretaria-Geral se uniu à de Relações Institucionais e passa a ser chamada Secretaria de Governo, que vai ser responsável pelo Gabinete de Segurança Institucional, Secretaria da Micro e Pequena Empresa.

Ministério das Mulheres, igualdade Racial e Direitos Humanos, com a fusão das secretarias de Direitos Humanos; de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) e de Políticas para Mulheres.

Veja quem são os novos ministros:

– Chefe da casa civil: Jaques Wagner

– Defesa: Aldo Rebelo

– Educação: Aloísio Mercadante

– Trabalho e Previdência Social: Miguel Rossetto

– Saúde: Marcelo Castro

– Comunicações: André Figueiredo

– Ciência e Tecnologia: Celso Pansera

– Secretaria de Governo: Ricardo Berzoini

– Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos: Nilma Lino

– Portos: Helder Barbalho

Confira as mudanças anunciadas por Dilma:

– Redução de oito ministérios;

– Integração dos ministérios da Pesca e Agricultura;

– Extinção da Sec. de Assuntos Estratégicos, com atribuições integradas ao Ministério do Planejamento;

– Extinção da Secretaria Geral, que foi integrada à Secretaria de Governo;

– Redução de 30 secretarias nacionais em todos os ministérios;

– Redução de três mil cargos comissionados;

– Redução de até 20% em gastos de custeio (telefones, passagens, diárias, entre outros);

– Corte de 10% na remuneração de ministros;

– Revisão de contratos de aluguel e prestação de serviços;

– Revisão do uso do patrimônio da União;

Por A Tarde e Agência Brasil
Facebook Comments