Data de Hoje
7 December 2021

Dirigente do PV diz que Ana Rita era um “câncer” e luta por mandato

“Ana Rita Tavares era um câncer no Partido Verde”. Foi assim que o dirigente municipal e estadual do PV, Fábio Valécio, classificou o período em que a vereadora integrava a legenda. 
 A afirmação foi feita após a divulgação de que a edil teria alfinetado o Partido Verde depois do TRE arquivar a ação por infidelidade partidária movida pela sigla. Segundo Ana Rita, “o episódio ficou feio para o PV”. Fábio rebateu afirmando que a vereadora apenas provocou polêmicas e pouco produziu no período em que estava na sigla. 
 “Quando integrava a legenda foi uma das vereadoras mais ausentes nas sessões da Câmara, envergonhando o partido. Se envolveu em diversas polêmicas negativas como denúncias de maus-tratos contra animais e improbidade administrativa, protocoladas pela própria assessora”, relatou Valécio.
 O dirigente alega que, por conta das polêmicas envolvendo Ana Rita, o partido teve sua imagem desgastada. “Queremos, no mínimo, o mandato para que um político sério, competente e comprometido com nossa ideologia volte a fortalecer o PV na Câmara de Vereadores de Salvador”. 
 
Fábio Valécio destacou ainda que já recorreu ao TSE para reaver o mandato. 
Fonte: Bocão News
Facebook Comments