Data de Hoje
28 February 2021

DJ internado após levar chute na cabeça em briga no carnaval morre

Morreu na manhã deste sábado (7) o DJ Rikelmy Oliveira Lemes, de 19 anos, internado após levar chute na cabeça quando tentava separar uma briga em uma festa de carnaval. (Foto: Reprodução/ Facebook)

Morreu neste sábado (7) o DJ Rikelmy Oliveira Lemes, de 19 anos, internado após levar chute na cabeça quando tentava separar uma briga em uma festa de carnaval no Setor Marista, em Goiânia. O jovem estava no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) desde o dia 24 de fevereiro. O óbito foi confirmado pela assessoria de imprensa da unidade de saúde.

Rikelmy estava em estado gravíssimo e respirava com ajuda de aparelhos. O quadro dele permanecia inalterado desde o dia 28 de fevereiro. Neste sábado (7), o paciente teve complicações no quadro clínico e não resistiu. Na última quarta-feira (4), a família do artista chegou a receber falsa informação da morte do paciente no hospital. Parentes do jovem registraram boletim de ocorrência.

Agora, porém, após mais de 10 dias de internação, a morte do DJ foi confirmada pela unidade de saúde. Rikelmy foi atingido por chute na cabeça quando tentava separar uma briga durante uma festa de carnaval em Goiânia. Depois do golpe, o artista caiu no chão desacordado e foi encaminhado para o Cais Sudoeste, onde teve convulsões. Com isso, ele foi levado para o Hugo.

Um dos suspeitos apontados pela agressão é um lutador de taekwondo de 24 anos. Esse atleta estaria envolvido em outra briga, com outro jovem. Rikelmy teria tentado apartar e acabou sendo agredido também com um chute no rosto. Ao levar a pancada, o DJ caiu no chão desacordado. Ao ver o jovem caído, o suspeito fugiu do local.

O delegado Leandro Pinheiro, do 8º DP, que apura o caso, já ouviu as principais testemunhas e o suspeito de ter dado um chute que provocou traumatismo craniano no jovem. Por meio das imagens, o delegado constatou que não se tratou de legítima defesa, como teria alegado o suspeito durante a oitiva. Rikelmy foi atingido sem esperar pelo ataque.

Facebook Comments