Data de Hoje
19 September 2021

DOIS HOMENS SÃO PRESOS ACUSADOS DE ESTUPRAREM A PRÓPRIA FILHA E NETA DE 13 E A PRIMA DE 9 ANOS

Um homem de 82 anos e outro de 40 anos, avô e pai de uma menina de 13 anos,estão presos suspeitos de estuprar a garota e a prima dela de 9 anos. A adolescente de 13 anos engravidou, supostamente, do pai e deu à luz um bebê, hoje, com 5 meses. Um terceiro homem, pai da criança de 9 anos, está preso por abandonar a filha. Ele não teria participado dos abusos, segundo a Polícia Civil. O crime foi registrado na zona oeste de Uberlândia em Minas Gerais. As mães das meninas que não viviam regularmente na casa da família são investigadas por suposta participação e negligência com as garotas.

O delegado responsável pelo caso, Daniel Azevedo Batista, explica que o pai da menor, identificado apenas como João, era o principal suspeito dos abusos sexuais e que em seguida descobriram que os abusos eram praticados também pelo avô das vítimas. Para a Policia, o pai da vítima de 13 anos confessou que ele cometia os abusos pois usava crack e bebida alcoólica e não tinha consciência do que estava fazendo.

“Isso que eu fazia não era comum, parece que foi uma coisa errada que vinha e eu fazia, pois a droga leva a gente para todo destino. Eu só fiz isso com minha filha 5 vezes”, afirmou João. Segundo a polícia, uma prima da menor, de apenas 9 anos de idade, também foi violentada e Valdeci, pai da criança foi preso em flagrante por abandono de incapaz, pois depois de saber que a filha tinha confessado que era abusada, decidiu se vingar dela abandonando-a na avenida Rondon Pacheco, próximo à Delegacia da Infância e da Juventude, na zona sul de Uberlândia, com apenas certidão de nascimento e o cartão de vacina”, afirmou. O avô das vítimas negou que tenha cometido os abusos e que isso era mentira das netas. “Eu fui para Bahia e as meninas ficaram aqui e, quando cheguei, eu vi as meninas com vários homens onde morávamos. Direto eu as via no mato com os caras, depois a culpa caiu toda em cima de mim”, afirmou.
De acordo com a polícia, o avô foi encontrado com 3 preservativos no bolso. ”As camisinhas foram encontradas comigo porque eu sou catador de lixo e as achei jogadas e guardei para vender”, afirmou. Segundo o pai da criança de 9 anos, ele estava na Bahia quando os abusos aconteceram. “Eu não estava aqui e não sabia de nada que estava acontecendo”, afirmou. Ainda de acordo com o delegado, cada um deles vai responder por estupro de vulnerável. As vítimas receberam acolhimento institucional devido ao caso. O inquérito segue em segredo de justiça.

Fonte:  Correio de Uberlândia/ Alison Maia/
Foto: Reprodução Facebook Plantão Policial
Facebook Comments