Data de Hoje
23 July 2021
Foto reprodução

Doria está fora dos planos do DEM para disputar a presidência da República

Os Demistas decidiram retirar o “time de campo” na ofensiva para tirar João Doria Júnior, prefeito de São Paulo, do PSDB e colocá-lo no DEM para concorrer à presidência da República. As seguidas quedas em aprovação identificadas nas pesquisas somadas ao fato de que o partido se reuniu diversas vezes com tucano para demonstrar que as portas estavam abertas, mas não recebeu sinais de retribuição selaram as fechaduras.

De acordo com o Estadão, se Doria continuar derretendo, mesmo que ingresse na sigla, não será assegurada a ele uma candidatura a presidente. Os articuladores do partido pensam que não vale a pena ter uma postulação fadada a derrota. Para além, também existe uma parcela significativa da legenda que avalia não ser interessante comprar uma briga com Geraldo Alckmin e os tucanos diante do esfacelamento de Doria.

O foco do DEM neste momento é de atrair o apresentador da Globo Luciano Huck para disputar o Planalto. O desgaste de global depois de retirar fotos com Aécio Neves das redes sociais não é tão grande quanto de Doria e sendo Huck um outsider é possível construir uma imagem de esperança, na avaliação de setores do DEM.

No que se refere a Doria, conforme o Estadão, um integrante da cúpula do DEM avalia que se João Doria iniciar uma tendência de queda irreversível nas pesquisas “nem ele será candidato se tiver juízo”. Fonte: Bocão

Facebook Comments