Data de Hoje
6 August 2021

Doria muda tom e já admite disputar prévias com Alckmin no PSDB

Prefeito de São Paulo vinha dizendo que não existia a ‘menor hipótese’ de concorrer com o governador paulista à indicação do partido para 2018

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), mudou o tom do discurso que vinha empregando para tratar da possibilidade de concorrer às eleições presidenciais de 2018. Nesta terça-feira, o tucano admitiu que poderá disputar prévias com o governador paulista, Geraldo Alckmin, para ser o candidato escolhido pelo partido.

Doria disse diversas vezes que não existia a “menor hipótese” de enfrentar Alckmin – seu padrinho político – nas prévias do PSDB. Ele chegou a cogitar até uma mudança de partido caso não houvesse outra forma de ser o indicado para concorrer ao Palácio do Planalto. O relacionamento entre Doria e Alckmin se deteriorou consideravelmente desde que o prefeito passou a articular sua candidatura à Presidência nos bastidores do PSDB.

“Eu tenho, pessoalmente, muito constrangimento, porque gosto do governador Alckmin, é meu amigo e por quem mantenho profunda admiração. Preferiria não, mas o tempo vai dizer, temos até dezembro, início de março, para formatar isso”, disse o tucano, que fez o discurso de abertura do Fórum Latino-Americano de Liderança Estratégica em Infraestrutura, em São Paulo.

Na segunda-feira, Doria e Alckmin participaram de um almoço no Lide, um grupo de lideranças empresariais, que contou com a participação do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB). No evento, FHC defendeu a “união” dos potenciais candidatos tucanos ao Planalto e disse entender que março seria uma data-limite para a realização de prévias dentro do partido

Facebook Comments