Data de Hoje
29 July 2021
Fotos: Tácio Moreira/Metropress

Edifício em Armação está abandonado há anos e muito perto de desabar

Já é tarefa árdua passar pela calçada do antigo prédio abandonado na região do Jardim Armação, ao lado do Bompreço. O monte de chapas metálicas que impedia a entrada de moradores de rua no edifício foi ao chão, deixando o caminho repleto de aço enferrujado e madeira.

O cenário dentro da construção de dois andares, localizada em área nobre da cidade, é digna de filme de terror: vidros quebrados, muita sujeira e uma estrutura que ameaça desabar a qualquer momento. Prefeitura e proprietário já estão cientes do risco desde 2012, mas nada foi feito.

Notificações

Identificado como Luiz Domingo, o proprietário do imóvel é notificado administrativamente desde 2012 para tomar uma atitude. De acordo com o diretor-geral da Defesa Civil de Salvador, Gustavo Ferraz, o sobrinho do dono e um vigia que dormia no imóvel também já foram notificados para que melhorias fossem feitas na estrutura. Mas só isso, como se vê, não foi suficiente.

Clara ameaça de desabamento

Pedaços de colchões e até sandálias de crianças espalhadas pelo chão são indícios de que o espaço é usado como abrigo por moradores de rua e usuários de drogas. Mas segundo o diretor da Codesal, o imóvel ameaça desabar. “A última vistoria foi em março de 2017. A conclusão foi de que o prédio está em estado precário, vulnerável. Tem um rapaz que dorme lá, nossa equipe inclusive notificou para que ele não dormisse mais lá. Em 2016, o proprietário também foi notificado”, disse.

Prédio deve ser demolido

Procurada pelo Jornal da Metrópole, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo de Salvador (Sedur) afirmou que notificou o proprietário Luiz Domingos na semana passada. Segundo a pasta, ele tem o prazo de um mês para iniciar a demolição do imóvel. Vizinhos à construção, estão dois prédios residenciais. Durante a visita da Metrópole ao local, da janela, moradores cobravam uma solução para a questão. “Perigo demais”, disse uma moradora.

Metro 1
Facebook Comments