Data de Hoje
5 August 2021

Efeito amargo: Ingerir doces destrói esmalte dos dentes, diz pesquisa

z2

O hábito de comer doces pode trazer um gosto amargo à boca. Bem amargo. É que uma pesquisa realizada pela Dental Health Foundation, na Grã-Bretanha, atestou que cada vez mais pessoas ingerem guloseimas com alto teor de açúcar, o que tem aumentado os casos de destruição dos esmaltes dentários. No país, mais de cinco milhões de pessoas sucumbem à tentação dos doces. "A maioria dos adultos e crianças no Reino Unido ingere muito açúcar, seja em lanches ou refrigerantes. Enquanto muitos de nós estamos conscientes de que doces podem ser apreciados com moderação, vale à pena notar que o açúcar pode esconder-se em alimentos que nem imaginamos”, disse a nutricionista Amanda Hamilton. De acordo com o levantamento, uma porção de 15 ml de catchup possui o equivalente a uma colher de chá de açúcar, uma lata (415 g) de feijões cozidos tem duas colheres de chá de açúcar, 30 g cereais com 125 ml de leite tem duas colheres de chá de açúcar, e uma porção de 300 g de sopa de tomate contem quatro colheres. O chefe-executivo da Dental Health Foundation, Nigel Carter, ainda faz um alerta. Segundo ele, quando uma pessoa ingere produtos ricos em amido ou açúcar, não está apenas se alimentando, mas também dando combustível para as placas bacterianas na boca. "A placa é uma película fina e invisível de bactérias pegajosas e outros minerais que cobre toda a superfície dos seus dentes. Quando os açúcares em sua boca entram em contato com a placa, os ácidos resultantes podem estragar os dentes se ficam 20 minutos a mais após o término da refeição. A situação, se repetida muitas vezes, agride o esmalte duro dos dentes e leva à deterioração”, explicou Carter. Informações são do Female First.

Facebook Comments