Data de Hoje
24 June 2021

Em delação premiada, Fernando Baiano complica ex-ministro Antonio Palocci

Em delação premiada, o doleiro Fernando Baiano complicou o ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil, nos governo Lula e Dilma Rousseff, respectivamente, Antonio Palocci.

De acordo com o jornal Estado de São Paulo, Baiano afirmou que decidiu buscar a ajuda do pecuarista José Carlos Bumlai – amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com livre acesso ao Planalto – em contratos de navios-sonda para o grupo OSX, do empresário Eike Batista, por sua relação com ex-ministro Antonio Palocci.
Ainda conforme a publicação, Baiano diz ter ligado para o pecuarista no primeiro semestre de 2011 e marcado um encontro no escritório dele em São Paulo, para tentar abrir portas para a OSX na empresa Sete Brasil, criada pela Petrobrás em parceria com bancos e fundos de pensão federal.
Fernando Baiano contou à força-tarefa da Operação Lava Jato, em depoimento no dia 16 de setembro, que junto com seu sócio Luis Miguel Fernandes fazia a “gestão comercial da construção de um estaleiro da OSX em parceria com a empresa espanhola Acciona.O grupo OSX tinha interesse no pacote de 28 navios-sonda lançado pela Sete Brasil para construção no País e fornecimento para a Petrobrás.
Em resposta a acusação de Fernando Baiano, o pecuarista José Carlos Bumlai afirmou que “a respeito das questões encaminhadas, insistimos que o empresário JCB nunca atuou em nome de OSX ou de Fernando Baiano em quaisquer demandas, nem pediu dinheiro usando o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ou seus familiares, para beneficiar quem quer que fosse. Mais uma vez, informações já contestadas por nós são misturadas irresponsavelmente, na tentativa de criar novos fatos que, na prática, não existem.”
Facebook Comments