Data de Hoje
25 October 2021

Empresas querem acordo com os rodoviários para evitar greve

Os empresários do transporte público de Salvador ainda tentarão chegar a um acordo com os rodoviários antes da paralisação anunciada para a próxima terça-feira (27). Na segunda-feira, às 8h, os empresários farão assembleia para discutirem quais pontos irão negociar com os trabalhadores. Às 10h seguirão para a Superintendência Regional do Trabalho, onde tentarão chegar a um acordo. O diretor do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Salvador (Setps), Jorge Castro, garantiu tentar evitar a greve.



“Chega um determinado momento que as partes precisam ceder. Vamos ver o que podemos abrir mão e eles também para chegarmos a um entendimento”, afirma Castro. O diretor não quis informar quais pontos são possíveis de chegar ao acordo. “Não vou discutir sobre isso”.



O impasse, segundo os rodoviários, se dá por conta do patronal que até o momento não apresentou uma contraproposta. Castro garantiu que na assembleia da segunda sairá uma pauta possível. "O sindicato patronal quer limitar as discussões às cláusulas econômicas e não fizeram nenhuma proposta. Eles não querem falar sobre a redução da jornada de trabalho, principal bandeira da categoria", pontuou o advogado do sindicato dos rodoviários, Gervásio Firmo.



Os rodoviários reivindicam a redução da carga de trabalho para 6 horas. Além de reajuste salarial de 15%, a categoria tem outras reivindicações, como participação nos lucros e diminuição da jornada de trabalho. Atualmente, o salário de um motorista de ônibus é de R$ 1,6 mil.

Facebook Comments