Data de Hoje
19 June 2021

Equipes do SBT e da CNN são atingidas por bombas em manifestação contra a Copa

Artefato pode ter sido jogado pela Polícia Militar

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Duas repórteres da rede CNN, o maior canal de notícias do mundo, foram atingidas por estilhaços de bombas atiradas na manifestação contra a Copa do Mundo desta quinta-feira (12), em São Paulo. A confusão começou cerca de 10 minutos após o início do ato, pouco depois das 10h. O assistente de câmera do SBT, Douglas Barbieri, também foi atingido por estilhaços de bomba.

As jornalistas Barbara Arvanitidis e Shasta Darlington precisaram ser removidas do local para atendimento médico. Ambas tiveram cortes e sangramento nos locais dos ferimentos. Já o assistente de câmera foi ferido no rosto, mas seguia trabalhando na cobertura do evento, com curativos. Outros quatro jornalistas também ficaram feridos.

O caso será registrado no 52 DP, na Vila Carrão. A Polícia Civil irá apurar se ela foi ferida por algum artefato da PM ou dos manifestantes. O policiamento vai permanecer no local – no momento, os metroviários se reúnem no sindicato da categoria, próximo ao local do protesto, e podem optar por greve e manifestação.

Facebook Comments