Data de Hoje
22 July 2024
Estudo aponta que ouvir música machista incentiva violência contra mulher / Foto: Reprodução

Estudo aponta que ouvir música machista incentiva violência contra mulher

O pesquisador Tobias Greitemeyer, doutor em Psicologia Social e professor da Universidade de Innsbruck, na Áustria realizou um estudo e diz que ouvir músicas com mensagens agressivas contra as mulheres podem levar um ouvinte a ser ainda mais violento contra elas. Nas pesquisas, voluntários eram convidados a ouvir músicas que incluíam algumas letras consideradas misóginas, como “Superman”, de Eminem, e “Self esteem”, do Offspring.

Durante essa pesquisa de audição das músicas, os participantes respondiam a algumas questões e realizavam tarefas. Eles não sabiam que a pesquisa era sobre misoginia, e achavam que estavam fazendo um desafio de ouvir músicas e fazer outras atividades ao mesmo tempo. Os homens marcaram atributos mais negativos em perguntas sobre o sexo feminino e expressaram mais desejo de vingança enquanto estavam ouvindo as letras machistas, mostra artigo publicado por Greitemeyer e por Peter Fischer, da Universidade de Munique.

“Nossa pesquisa mostrou que músicas misóginas fazem aumentar reações agressivas dos homens contra mulheres”, descrevem os autores no artigo. Uma parte do estudo usou pimenta para indicar o comportamento dos ouvintes. Entre tarefas aleatórias, foi pedido que eles temperassem o lanche de uma mulher. Eles eram informados de que a mulher em questão não gostava de comida muito apimentada. Quem estava ouvindo letras como a de Eminem colocou mais molho de pimenta do que os outros.

As mulheres também mostraram comportamento mais agressivo em relação aos homens ao ouvir letras de cantoras com mensagens negativas sobre eles, como “You oughta know”, de Alanis Morissette. Mas o aumento da agressividade foi menor que o dos homens, cujo comportamento foi estudado com mais profundidade.

Com informações G1