Data de Hoje
21 September 2021

EUA e tropas afegãs tentam retomar a cidade de Kunduz

Os americanos utilizam aviões para bombardear posições dos talibãs. Enquanto isso, tropas afegãs lutam por terra contra os terroristas que tomaram a cidade estratégica

Em sua maior ofensiva militar desde que retirou a maior parte de suas tropas no Afeganistão, no final de 2014, os Estado Unidos estão apoiando as tropas afegãs a recuperar a cidade de Kunduz, no norte do país. A Força Aérea americana lançou nesta terça-feira um ataque aéreo sobre posições dos talibãs na cidade ocupada, enquanto as forças de segurança afegão realizam uma operação para recuperar a capital da província homônima, tomada pelos insurgentes na segunda-feira.

O ataque aéreo foi confirmado pelo porta-voz das tropas americanas no Afeganistão, o coronel Brian Tribus. Ele acrescentou que as tropas da Otan continuam em tarefas de treino e assistência à defesa nacional afegã, mas não estão participando da ofensiva. Segundo as agências internacionais de notícias, até agora o ataque das tropas afegãs por terra está sendo bem sucedido e eles já recuperaram instalações policiais e tentam agora recuperar o controle da prisão e de outros prédios estratégicos da cidade.

Na segunda-feira, os rebeldes talibãs assumiram o controle da cidade de 300.000 habitantes em poucas horas. Kunduz é uma localidade de grande valor estratégico e fica no caminho que vai de Cabul, capital do país, até o Tadjiquistão.

O presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, completa hoje um ano no poder com uma crescente situação de perda de segurança e arrefecimento econômico, que coincide com a saída das tropas estrangeiras do país. A Otan mantém cerca de 4.000 militares no Afeganistão, enquanto que os Estados Unidos realizam uma operação de combate ou antiterrorista que inclui cerca de 10.000 militares que permanecerão a princípio até o final de ano depois que o presidente americano, Barack Obama, decidiu desacelerar sua saída do país.

Por: Veja

Facebook Comments