Data de Hoje
16 October 2021

Ex-patroa acusada de agredir babá no Imbuí é indiciada por quatro crimes

Informação foi divulgada durante entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira (23)

A ex-patroa Melina Esteves França, acusada de agredir a babá Raiana Ribeiro, de 25 anos, foi indiciada pelo titular da 9ª Delegacia Territorial (DT) da Boca do Rio, pelos crimes de ameaça, lesão corporal, cárcere privado qualificado e redução condicional a escravo. A informação foi divulgada durante entrevista coletiva, na manhã desta quinta-feira (23), no auditório do edifício-sede da Polícia Civil, na Piedade, em Salvador.

O caso veio à tona no último dia 25 de agosto, quando a vítima se jogou do terceiro andar de um prédio no bairro do Imbuí, em Salvador, na tentativa desesperada de se livrar das agressões. As imagens, que foram gravadas por uma câmera de segurança do apartamento de Melina, mostram os momentos das agressões.

De acordo com o delegado, os policiais tiveram dificuldades na apuração do caso, pois estavam havendo contradições nos depoimentos da ex-patroa e da babá. Outras ex-funcionárias da mulher foram ouvidas e corroboraram com o depoimento da jovem.

O Ministério Público do Trabalho (MPT) entrou na Justiça com ação civil pública contra Melina Esteves no dia 15 de setembro, por submeter pelo menos duas empregadas domésticas à condição de trabalho análogo ao de escravos.
Os procuradores entraram com uma liminar contra a patroa. Junto com o pedido, eles listaram 23 obrigações a serem cumpridas por Melina, sob pena de multas. O MPT pede a condenação da mulher ao cumprimento da lei sob pena de multas e a pagar indenização por danos morais coletivos de, no mínimo, R$300 miL.

Pnotícias  Foto: Reprodução

Facebook Comments