Data de Hoje
27 September 2021

Expectativa de vida aumentou nove anos em países menos desenvolvidos, diz OMS

Expectativa de vida aumentou nove anos em países menos desenvolvidos, diz OMS
 
A expectativa de vida aumentou em países menos desenvolvidos, divulgou nesta quinta-feira (15) a Organização Mundial de Saúde (OMS). Segundo relatório de estatísticas anuais, entre 1990 e 2012 o crescimento foi de nove anos. O país com maior aumento foi a Libéria (de 42 para 62 anos), seguida pela Etiópia (de 45 para 64) e Maldivas (de 58 para 77). Em dados globais, as pessoas ganharam mais seis anos de vida: uma menina nascida em 2012 pode viver até aos 73 anos e um rapaz, até aos 68. O Japão é o país onde as mulheres têm a maior expectativa de vida (87 anos), enquanto os homens irlandeses são os que vivem mais (81,2 anos). “Uma razão importante que justifica que a expectativa de vida global tenha aumentado tanto é que estão morrendo menos crianças até os 5 anos”, disse a diretora-geral da OMS, Margaret Chan, na apresentação do relatório. A organização alertou, contudo, que a diferença entre países pobres e ricos continua muito grande. “Nos países desenvolvidos, muito do ganho na expectativa de vida deve-se ao sucesso em lidar com doenças não transmissíveis”, informou o diretor do Departamento de Estatísticas de Saúde e de Sistemas de Informação da OMS, Ties Boerma, que acrescentou que “há menos homens e mulheres morrendo antes dos 60 anos devido a doenças cardíacas ou acidente vascular-cerebral”. A redução do consumo de tabaco também pode ter contribuído para a melhoria dos dados. Informações da Agência Brasil.
Facebook Comments