Data de Hoje
16 October 2021

Fábio Mota diz que Cidade da Música vai passar a ser um dos maiores atrativos de Salvador

Foto: Portal M!

O secretário Municipal de Cultura e Turismo de Salvador (Secult), Fabio Mota, disse que o museu Cidade da Música da Bahia vai servir como um importante espaço para atrair turistas para capital baiana. O equipamento, instalado estrategicamente pela prefeitura na região do Comércio, foi inaugurado na tarde desta quinta-feira (23).

“Esse equipamento vai ajudar bastante na quantidade de turistas. Sem dúvida é mais um atrativo. Nós temos plena convicção que vamos ter aqui um dos maiores indutores turísticos da cidade. O objetivo é aumentar a permanência dos turistas na cidade de Salvador. Aqui temos mais de mil horas de conteúdos audiovisual. Pela quantidade de conteúdo os turistas vão ficar pelo menos um dia a mais na cidade para conhecer o equipamento”, previu o secretário.

Conforme ainda Fabio Mota, a cidade tem muito a ganhar com o equipamento. Ele destacou que o museu utiliza uma alta tecnologia que visa proporcionar ao visitante um mergulho no passado, presente e futuro da produção sonora da primeira capital do Brasil.

“A cidade tem muito a ganhar com esse equipamento que é diferente de todos. Temos a história da música da cidade de Salvador, da Bahia e do Brasil. É um museu completamente interativo que permite que os visitantes possam dialogar com o próprio museu. O museu tem um conteúdo riquíssimo”, destacou o secretário que lembrou que Salvador já tem o título de Cidade da Música dado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Museu

Gerenciado pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), a Cidade da Música da Bahia possui 1.914,76 m² de área construída e possui quatro pavimentos. O piso térreo conta com hall de entrada, recepção/bilheteria, salão de estar, café, loja, biblioteca, midiateca, centro de pesquisa, área de infraestrutura do centro cultural, secretaria, depósito, copa e área de funcionários.

O novo museu foi instalado pela Prefeitura de Salvador no emblemático Casarão dos Azulejos Azuis, no bairro do Comércio. As intervenções no Casarão tiveram investimento total de R$19,2 milhões, sendo R$11 milhões provenientes de financiamento junto à Corporação Andina de Fomento (CAF), através do Programa de Requalificação Urbanística de Salvador (Proquali), com intermediação da Casa Civil, e obras executadas pela Superintendência de Obras Públicas (Sucop), vinculada à Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra).

 

Facebook Comments