Data de Hoje
3 August 2021

Faxinaço: operação vai remover cerca de 700 sucatas de carros abandonados em Salvador

Limpeza continua até o final de semana. Ao todo, 60 homens atuam na operação

Ratos, mosquitos da dengue e uma cobra estão entre os animais encontrados pelos agentes da Secretaria Municipal da Ordem Pública (Semop) que realizam, desde quinta-feira, uma grande limpeza na Avenida Suburbana. A Operação Faxinaço, no entanto, não tem como foco a bicharada, mas sim as centenas de carcaças de carros abandonados ao longo da via e ruas adjacentes. Foi dentro dos mais de 460 restos de veículos já retirados, desde o início da ação, que os animais foram  encontrados.

A estimativa da Semop é de que, até o final da semana, cerca de 700 sucatas sejam removidas. Os trabalhos se concentraram na área após o entupimento de um bueiro da Travessa Dois Irmãos, no dia 8 deste mês.

“A água chegou a três metros de altura. Duas máquinas foram utilizadas para abrir o bueiro, que tinha lama e lixo acumulados”, informou o  supervisor da operação, Roberto Guerreiro.

Segundo a secretária da Ordem Pública, Rosemma Maluf, o número de queixas devido à quantidade de sucata na Suburbana é um dos mais altos da cidade. “O local é repleto de oficinas, que têm o costume de descartar carcaças”, disse.

Dono de uma oficina na via, Adailton Gonçalves, 53 anos, admitiu sua parcela de culpa no acúmulo de detritos. “A gente compra o carro velho no leilão e desmancha. O que vale a pena é vendido”, contou ele. Mas e o destino do que não é aproveitado? “A gente vai botando no cantinho, espera algum cliente comprar ou faz volume pra vender na Usiba (Usina Siderúrgica da Bahia)”, explicou.

 

Os moradores da região se disseram aliviados com a limpeza. “Muitas vezes esses carros ficam no meio do caminho, atrapalham a gente de passar e arranham as pernas. Sem falar que acumulam água”, reclamou Lucineide Santana, que mora em uma das vias transversais da Suburbana. Cerca de 60 homens estão trabalhando na ação, entre as 8h e 17h. Eles contam com o apoio de sete guinchos, um caminhão baú para o transporte das carcaças e duas máquinas de terraplanagem. A ação é coordenada pela  Semop, em conjunto com a Limpurb, Guarda Municipal, Ouvidoria-Geral, Superintendência de Conservação e Obras Públicas (Sucop) e Secretaria da Manutenção (Seman).Todo o material recolhido é levado para o depósito da Guarda Municipal, na Avenida San Martin. Lá, a sucata é amassada em blocos pequenos que serão leiloados ou doados para instituições de caridade. A Semop informou que atua na retirada de sucatas em todos os bairros e que denúncias podem ser feitas ao órgão pelo telefone 3202-5002.

Facebook Comments