Data de Hoje
19 June 2024
Foto: Reprodução

Febre Amarela: São Paulo tem 6 mortes confirmadas causadas pela doença

Seis mortes em decorrência de febre amarela foram confirmadas pela Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo. dois casos são autóctones e ocorreram nos municípios de Batatais e Américo Brasiliense, no interior. Os outros quatro casos são importados, ou seja, as infecções ocorreram fora do estado, todas em Minas Gerais.

 

Os números foram apresentados durante encontro estadual sobre Arboviroses, com a participação de prefeitos e secretários municipais da saúde de todos os municípios do estado, na capital paulista.

 

De acordo com a secretaria, há 17 casos de pessoas que foram ou estão sendo tratadas por suspeita de febre amarela silvestre. Dessas, quatro são do interior do estado e as demais de Minas Gerais, Pará e Amazonas. No ano passado, foram confirmados duas mortes: uma em Bady Bassit e outra em Ribeirão Preto.

 

O objetivo da reunião foi o de reforçar e aprimorar estratégias de prevenção e enfrentamento à dengue, zika, chikungunya e febre amarela. Foram discutidas ainda ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor dessas doenças.

 

Segundos os dados, o número de casos de dengue caiu 76,3% em 2016, em comparação com o ano anterior. No ano passado foram confirmados 162.053 casos da doença no estado. Em 2015, o número total de casos foi de 684.360. O número de mortes passou de 488 em 2015 para 97 em 2016, o que representa uma queda de 80%. Na primeira quinzena de 2017, foram confirmados 23 casos e não houve mortes.