Data de Hoje
4 August 2021

Feira de artesanato vira sensação entre estrangeiros em Salvador

Concebida para aproveitar o período da Copa, a feira cativou turistas e pretende movimentar mais de R$ 400 mil

Feira de artesanato é realizada na praça central do Shopping Barra

(Foto: Amana Dultra)

Saubara, Jeremoabo, Guaratinga: essas são algumas cidades baianas de artistas e tecelões que têm seus trabalhos expostos e comercializados na feira de artesanato Showroom Brasil Original, montada no Shopping Barra este mês e que segue até o próximo dia 13 de julho. Concebida para aproveitar o período da Copa, a feira já cativou turistas do Brasil e, principalmente, do exterior, e pretende movimentar, somente na Bahia, mais de R$ 400 mil até o fim do Mundial.

“Colombianos, americanos, australianos, chilenos, indianos, canadenses, holandeses, franceses, alemães, argentinos”, diz a consultora Fátima Seabra, citando a origem dos clientes que já estiveram no local, até agora. E os gastos costumam ser bastante generosos. “Um colombiano levou mais de R$ 800 (em produtos). Teve um italiano que levou uma colcha por R$ 2.125”, conta Fátima, antes de dizer que as compras, em geral, variam entre R$ 120 a R$ 500. 

VARIAÇÃO

A recepcionista Adrielle Jorge, que além do português, fala inglês e espanhol, conta que o fluxo de clientes tem variado de acordo com os jogos na Arena Fonte Nova. “Semana passada, tinha mais holandeses. Já essa semana tivemos alguns franceses”, explica.

No entanto, americanos e canadenses estão no topo do ranking de gringos que mais passaram pelo local. “Eles buscam coisas pequenas e acessórios. Peças com o tema do Brasil e da Bahia: caixinhas, baianas de cabaça e chaveiros. Gostam de fitas do Bonfim e orixás”, explica a tecelã Meire Cabral, que possui uma loja no Pelourinho. Ela afirma que boa parte da clientela leva os artigos para decorar a casa.

Os chaveiros, feitos de diversos materiais,  custam entre R$ 3 e R$ 22

(Foto: Amana Dultra)

As baianas de cabaça custam de R$ 40 (menor) a R$ 162,50 (maior)

(Foto: Amana Dultra)

A canadense Beatrice Guercio, 61 anos, faz parte do grupo de turistas que foi ao Brasil Original para adquirir peças de decoração. Junto com o marido, a empreendedora levou suportes para copos de madeira e acetato coloridos, além de panos de prato bordados para colocar no bar do qual é proprietária. “São produtos originais e diferentes de tudo que já vi”, garante.

Confira todas as notícias da Copa do Mundo 2014

A designer de moda espanhola Andrea Rubio, 33, veio de Londres, na Inglaterra, para Salvador para assistir aos jogos do Mundial, mas ao passar pelo shopping se interessou pelos artesanatos. Segundo ela, o que a atraiu foi o fato de os produtos terem sido feitos por uma organização de mulheres.

Com tampas pintadas, caixinhas de madeira são vendidas por R$ 38

(Foto: Amana Dultra)

As bolsas de couro estão entre as mais pedidas. Custam até R$ 187,50

(Foto: Amana Dultra)

“As cores são vibrantes e bonitas. Moderno e rústico ao mesmo tempo”, conta Andrea, que comprou descansos de mesa feitos de renda de bilro. As peças foram produzidas pela Associação das Mulheres Empreendedoras do Caritá (Ame-Caritá), que fica em Jeremoabo, no Nordeste baiano.

Já a americana Joe Allison levou dois chaveiros com fitinhas do Bonfim para as amigas. “Vim para os jogos, mas minhas amigas ficaram lá. Se não levar nada de presente, elas me matam”, brinca a administradora.

A FEIRA

A Showroom Brasil Original é uma iniciativa do Sebrae, com apoio do Governo do Estado, e possui caráter sustentável, contando com a participação de 100 artesãos de sete estados.

Estátuas de cerâmica de diferentes tamanhos saem por até R$ 200

(Foto: Amana Dultra)

Instrumentos típicos da Bahia são  comercializados por R$ 160

(Foto: Amana Dultra)

Na Bahia, os destaques são para materiais produzidos em comunidades que tiram o sustento da venda de artesanato, como a de Monte Alegre (em Guaratinga) e Caritá (em Jeremoabo). A expectativa é que até o dia 13 de julho, quando a feira e a Copa do Mundo acabam, o projeto tenha atingido R$ 410 mil em vendas. 

 

Facebook Comments