Data de Hoje
4 August 2021
Foto: Reprodução/ Bocão News

Fernando Guerreiro responde à tentativa de proibição de peça com Jesus travesti: “Vai ao teatro quem quer”

Durante a reinauguração da biblioteca Edgard Santos, na Ribeira, em Salvador, o presidente da Fundação Gregório de Mattos, Fernando Guerreiro, se pronunciou sobre a ação que o deputado estadual Sargento Isidório ingressou na Justiça com objetivo de barrar a apresentação da peça teatral “O evangelho segundo Jesus, rainha do céu” em Salvador.

O deputado acionou a Fundação Gregório de Matos, responsável pelo Espaço Cultural Barroquinha, no intuito de impedir o espetáculo. O juiz de direito Benício Mascarenhas Neto, da 11ª Vara Cível e Comercial de Salvador, ainda não decidiu pelo pleito, mas determinou que o parlamentar pague os custos do processo no prazo de 15 dias.

Guerreiro disse que é “muito difícil emitir juízo de valor”, mas deixou claro que é “contra qualquer tipo de censura”. “Vai ao teatro quem quer. Eu acho que a censura voltar hoje é muito complicado. Sou contra qualquer tipo de censura, vindo de onde vier”. Questionado sobre a onda recente de censura às artes, o presidente da Fundação Gregório de Matos destacou: “A gente vive sempre em luta de forças, e eu acredito que seja um movimento muito forte das alas mais conservadoras do congresso, das assembleias, e a gente tem que ir lidando com isso e lutando sempre”.

Dirigido por Natália Mallo, o espetáculo em questão, que será apresentado no Espaço Cultural Barroquinha, no Centro de Salvador, na noite desta quinta-feira (26), é uma mistura de monólogo e contação de histórias em um ritual que traz Jesus ao tempo presente na pele de uma travesti. (Por BNews)

Facebook Comments