Data de Hoje
24 June 2021
Projeto de Alfredo Mangueira prevê a inclusão da festa junina em calendário/Foto: Reprodução

Festa Popular e Junina da Liberdade

Projeto de Alfredo Mangueira prevê a inclusão da programação no calendário oficial de eventos

Os festejos juninos são tradicionais no populoso bairro da Liberdade, com programação organizada pela Comissão de Eventos e pela Liga dos Blocos Juninos da Liberdade. “É uma festa tradicional da cidade, que acontece há vários anos, sendo um acontecimento cultural dos mais importantes, pois mantém vivo o desfile de entidades culturais de Samba Junino, com suas particularidades e curiosidades”, explica o vereador Alfredo Mangueira (PMDB).

Ele é autor do Projeto de Lei nº 334/15, apresentado na Câmara Municipal de Salvador, incluindo a festa no calendário oficial de eventos da cidade, no dia 23 de junho, véspera do feriado de São João.

Procissões

“A tradição do Samba Junino é bastante antiga e as suas origens remontam desses sambas de roda e sambões realizados nas residências de afrodescendentes do Recôncavo baiano, dos antigos sambas de cozinha ou de quintal festejados nas casas de famílias de origem humilde nos bairros periféricos da cidade, onde grupos faziam as visitas de casa em casa e que, com o tempo, particularmente em Salvador, foram se transformando em grandes procissões ou passeatas animando as ruas dos bairros das periferias da cidade”, justifica Alfredo Mangueira.

Ele lembra que a comunidade negra da cidade sempre comemorou o dia de São João de forma diferenciada. E foi a partir da década de 70, observa o vereador, que os grupos de samba junino se multiplicaram em diversos bairros populares de Salvador, entre eles a Liberdade.

“A festa junina no bairro da Liberdade tornou-se um evento muito frequentado e esperado por toda comunidade local e adjacente, atraindo milhares de pessoas para participarem dos seus festejos”, argumenta Mangueira. Ele frisa, ainda, que o objetivo do projeto é “a preservação dessa arte popular tão expressiva e tão importante para a cultura da nossa cidade” e que é competência do Município cultivar a tradição das festas populares.

Ascom-CMS
Facebook Comments