Data de Hoje
30 November 2021

Fortes Santa Maria e São Diogo receberão exposições de Pierre Verger e Carybé​

Ordem de serviço para reforma dos equipamentos foi assinada pelo prefeito ACM Neto nesta quarta-feira (19)

Em 2016, Salvador receberá dois equipamentos culturais completamente reformados e integrados a dois ícones da arte baiana. Os fortes de Santa Maria e São Diogo, localizados na Barra, receberão respectivamente exposições permanentes do fotógrafo e etnólogo francês Pierre Verger e do artista plástico argentino Carybé. A ordem de serviço para início da reforma dos equipamentos foi assinada pelo prefeito ACM Neto nesta quarta-feira (19), no Forte São Diogo, com as presenças do comandante da 6ª Região Militar do Exército, general Artur Costa Moura; do secretário de Cultura e Turismo (Secult), Érico Mendonça; da coordenadora da Fundação Pierre Verger, Dione Baradel; da secretária do Instituto Carybé e filha do artista plástico, Solange Bernabó, e demais autoridades.

“Somos uma cidade que depende muito do turismo e, durante muitos anos, não houve investimento em equipamentos culturais. Com isso, os turistas desembarcavam em Salvador e acabavam indo para o Litoral Norte. Para reverter esse quadro, a Prefeitura tem desenvolvido uma estratégia séria para dinamizar o turismo na capital baiana, tendo como dois pontos principais a revitalização de toda a orla e o desenvolvimento de novos produtos culturais. Somado aos equipamentos que já entregamos como a Casa do Benin, Casa do Rio Vermelho e Teatro Gregório de Mattos, a cidade vai ganhar dois equipamentos onde as pessoas vão conhecer tanto a história da cidade, quanto a dos dois artistas que tanto representaram a Bahia”, salientou o prefeito ACM Neto.

Fortes Recuperados 2

O general Artur Costa Moura salientou a importância da parceria com a Prefeitura na recuperação e preservação da história da atuação do Exército na defesa da cidade, e a abertura maior desse acervo para a população. “Fortalecer a cultura é importante para todos nós. Um país que tem história é um país forte. Morei próximo daqui até os 18 anos e sempre que frequentava o Porto da Barra, olhava o Forte São Diogo, mas nunca tive oportunidade de entrar e conhecer a história. Fico muito feliz em ver que a população poderá conhecer a história militar e a história de dois artistas da terra nos equipamentos. Agradeço à Prefeitura e à Fundação Pierre Verger e Instituto Carybé pela parceria e iniciativa.”

As representantes das instituições também agradeceram à Prefeitura pela iniciativa de colocar à disposição da população um pouco da história de Carybé e Pierre Verger. “É uma homenagem a um artista que dedicou grande parte de sua obra a esta cidade e ver que é uma Prefeitura que reconhece que a Bahia tem uma importância cultural muito grande e que o futuro de Salvador está no seu riquíssimo caráter cultural, não apenas nas festas”, pontuou Solange Bernabó. “A Fundação vai se ocupar da produção nesses dois fortes, com apoio do Instituto Carybé. É um projeto muito importante, pois dá uma oportunidade grande para a cidade de ter exposição permanente sobre os dois artistas, que agregam interatividade e tecnologia”, relatou Dione Baradel.

Desenvolvimento – Com investimentos na ordem de R$2,5 milhões, as intervenções estão a cargo da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) e serão executadas pela Secretaria Municipal de Manutenção (Seman). De acordo com o secretário Érico Mendonça, a previsão é de que sejam abertos à visitação pública a partir de março do próximo ano.  “A recuperação dos fortes e a disponibilização das exposições permanentes vão agregar um componente importante, que é a de fortalecer o turismo cultural e colocar Salvador como o principal destino no país desse setor”, complementou Mendonça.

Fortes recuperados 1

Com o fim da restauração, os fortes serão administrados pela Fundação Pierre Verger, que será responsável pela manutenção e coordenação das exposições, mantidas a partir de recursos captados através da Lei Rouanet, do Ministério da Cultura (MinC). A exposição que tratará da vida e obra do fotógrafo francês será instalada no Forte de Santa Maria, já a arte de Carybé estará exposta no Forte de São Diogo. Além da reforma no espaço físico, as novas estruturas contarão com elevadores e pequenos cafés. Para ter acesso aos fortes e dar início às obras a Prefeitura contou com cessão dos espaços junto ao Instituto do Patrimônio Artístico Cultural da Bahia (Ipac), para o São Diogo, e o Exército Brasileiro (Santa Maria).​

AGECOM/ Click Notícias

Facebook Comments