Data de Hoje
2 December 2021

Freira é morta a facadas em centro de reabilitação

Uma freira de 65 anos foi morta a facadas na manhã desta sexta-feira (24) em um centro de reabilitação de dependentes químicos em Guaratinguetá (a 186 km de S Paulo ). A irmã Odete Franciscana percebeu que o local havia sido invadido por um criminoso e tentou acionar a polícia, mas foi morta enquanto estava ao telefone com oito facadas nas costas. Um homem de 52 anos foi preso pela polícia suspeito de latrocínio (roubo seguido de morte).

A ação ocorreu por volta das 5h30. A irmã Odete estava em um sobrado, dentro da própria fazenda, onde mora com mais duas freiras. No momento do assalto, ela e uma das companheiras estavam no local, enquanto a terceira freira rezava na capela da fazenda.

Segundo o delegado Hugo Parreiras de Macedo, responsável pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Guaratinguetá, que lidera a investigação do caso, um homem, que estava encapuzado e descalço, invadiu o abrigo e exigiu que uma das irmãs entregasse a ele dinheiro.

Ao informar o criminoso que não havia dinheiro no local, ela foi amarrada. A freira conseguiu se soltar e fugir, mas o criminoso a perseguiu, conseguindo capturá-la e voltou a amarrá-la dentro do sobrado.

A irmã Odete, que dormia na parte superior do sobrado, acordou e desceu para o térreo. Nesse momento, foi abordada pelo criminoso, mas conseguiu fugir para um cômodo do abrigo onde existe uma linha de telefone fixo. Enquanto ela ligava para a polícia, o marginal entrou no local e, depois de luta corporal, desferiu oito golpes de faca nas costas dela. Irmã Odete morreu ainda no local e a ligação não chegou a ser completada.

O criminoso fugiu e teria se abrigado, segundo os investigadores, em uma casa vazia que fica nas proximidades do local. A terceira freira, que estava na capela no momento da invasão, ouviu os gritos e chamou a polícia depois de encontrar o corpo de irmã Odete.

Suspeito

Após chegar ao local, a polícia interrogou a freira que havia sido amarrada. Em buscas na região, o desempregado Airton César Ramos Pinto, 52, foi encontrado escondido em uma residência próxima ao local. “Ele tem uma extensa ficha criminal, que inclui um homicídio e dois estupros, além de furtos e roubos”, disse o delegado Hugo.

O acusado foi preso e teve partes do corpo identificadas pela freira que amarrou. O delegado informou ainda que Pinto, que é dependente químico e ex-interno da Fazenda da Esperança, já havia realizado outros assaltos no local e que conhecia bem o funcionamento do centro de reabilitação. “Acreditamos que ele foi lá para conseguir o dinheiro sem a intenção de matar ninguém. Ele já fez furtos no local e, na última oportunidade, quase foi pego pelos próprios internos, que fizeram um esquema de vigilância”, disse.

À polícia, entretanto, o suspeito informou que efetivamente participou de assaltos no local, o último deles na segunda-feira, mas negou envolvimento no crime. Ele foi enviado ao CDP (Centro de Detenção Provisória) da cidade e está à disposição da Justiça.

Trabalho com dependentes

A irmã Odete desenvolvia, há seis anos, um trabalho na Fazenda da Esperança, centro dedidacado à recuperação de dependentes químicos. Ela atuava com os jovens e era a responsável pela catequese dos internos.

A instituição tem hoje 350 internos, entre os que pagam por tratamento e os que recebem cuidado gratuito. O local, aberto na década de 1980, já recebeu, no total, mais de 7 mil pessoas.

Procurada, a Fazenda da Esperança informou que a ação foi cometida por uma pessoa de fora da instituição. “Lamentamos hoje a perda de nossa querida Irmã Odete, da Congregação das Franciscanas de Siessen. Irmã Odete tinha 65 anos de vida e desenvolvia trabalhos de catequese e acompanhamento espiritual com os acolhidos na fazenda”, disse a instituição.

Facebook Comments