Data de Hoje
21 October 2021

Funcionário da Revita é morto a tiros na porta do trabalho

Luiz Gustavo chegou a ser socorrido pelos colegas para o Hospital Ernesto Simões, mas não resistiu aos ferimentos e morreu

O agente de limpeza da Revita Luiz Gustavo de Jesus Pereira, 25 anos, foi morto a tiros na porta da empresa onde trabalha, no bairro do IAPI, em Salvador. Segundo informações da polícia, o crime aconteceu por volta das 7h, na Rua Conde de Porto Alegre, na área externa da empresa.

Luiz Gustavo foi abordado por uma pessoa, ainda não identificada, e foi atingido por um tiro no peito. Ele chegou a ser socorrido pelos colegas da área de Segurança do Trabalho para o Hospital Ernesto Simões, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Policiais da 37ª Companhia Independente da Polícia Militar (Liberdade) estiveram no local, mas não localizaram o suspeito. As testemunhas contaram para os policias que três suspeitos abordaram a vítima, ao invés de uma, como foi divulgado pela Revita.

O corpo do rapaz foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) no final da manhã de hoje. Ainda não há informações sobre a identificação do suspeito.

Revoltados com o crime, um grupo de funcionários tentaram fazer um protesto no Largo do Retiro, mas segundo o major Edmilton Reis, comandante da 37ª CIPM/Liberdade, com a chegada da polícia o grupo dispersou. “Tinham poucas pessoas por lá. Eles chegaram a se aglomerar por volta das 9h30, mas não iniciaram o protesto. Não teve nada”, disse ao CORREIO, por telefone.

Em nota, a Revita informou que Luiz Gustavo era funcionário da empresa desde maio de 2014. Eles informaram que estão prestando toda a assistência aos familiares e se solidariza com o falecimento do agente.

A empresa informou ainda que disponibilizará as imagens de circuito fechado gravadas para contribuir com as investigações da morte do agente de limpeza. O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

 

Facebook Comments