Data de Hoje
13 June 2021

Funcionários de postos de combustíveis fazem paralisação por campanha salarial

Os funcionários do posto Shell na Avenida Tancredo Neves, em Salvador, paralisaram as atividades na manhã desta terça-feira (4) durante campanha por melhorias salariais. A ação foi promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Combustível e Derivados de Petróleo da Bahia (Sinposba) e deve afetar mais postos da capital baiana ao longo do dia. Segundo a diretora executiva do sindicato, Lucineide Sampaio, o grupo não tem reajuste há mais de “quatro meses”. “Estão querendo chantagear o nosso sindicato. Querem tirar uma cláusula normativa da convenção coletiva”, denunciou a diretora. Ao Bahia Notícias, Lucineide explicou que os empresários não querem negociar com a categoria e condicionam o reajuste à desistência de uma cláusula trabalhista que impede os patrões de descumprirem o contrato. “A cada cláusula descumprida da CCT, eles pagam um piso salarial do frentista. Eles só ofereceram, em base de troca, se a gente abrir mão da multa normativa. Isso é chantagem”, reforça. A diretora explicou que, após a ação em Salvador, o Sinposba também promoverá paralisações em cidades como Lauro de Freitas, Feira de Santana, Camaçari e Simões Filho. Durante a ação, o funcionário de outro posto, Marcos Antônio, citou outro problema do grupo. “Qualquer prejuízo que tem no caixa a gente assina vale. Estão tirando todos os nossos direitos. É um crime o que eles estão fazendo com a gente. Estão nos sangrando”, concluiu.

Facebook Comments