Data de Hoje
7 December 2021

Funcionários de postos de combustíveis fazem paralisação por campanha salarial

Os funcionários do posto Shell na Avenida Tancredo Neves, em Salvador, paralisaram as atividades na manhã desta terça-feira (4) durante campanha por melhorias salariais. A ação foi promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Combustível e Derivados de Petróleo da Bahia (Sinposba) e deve afetar mais postos da capital baiana ao longo do dia. Segundo a diretora executiva do sindicato, Lucineide Sampaio, o grupo não tem reajuste há mais de “quatro meses”. “Estão querendo chantagear o nosso sindicato. Querem tirar uma cláusula normativa da convenção coletiva”, denunciou a diretora. Ao Bahia Notícias, Lucineide explicou que os empresários não querem negociar com a categoria e condicionam o reajuste à desistência de uma cláusula trabalhista que impede os patrões de descumprirem o contrato. “A cada cláusula descumprida da CCT, eles pagam um piso salarial do frentista. Eles só ofereceram, em base de troca, se a gente abrir mão da multa normativa. Isso é chantagem”, reforça. A diretora explicou que, após a ação em Salvador, o Sinposba também promoverá paralisações em cidades como Lauro de Freitas, Feira de Santana, Camaçari e Simões Filho. Durante a ação, o funcionário de outro posto, Marcos Antônio, citou outro problema do grupo. “Qualquer prejuízo que tem no caixa a gente assina vale. Estão tirando todos os nossos direitos. É um crime o que eles estão fazendo com a gente. Estão nos sangrando”, concluiu.

Facebook Comments