Data de Hoje
19 January 2022

Garota vítima de tiro acidental no Garcia era sobrinha de Filipe Escandurras; família está arrasada

A menina de 13 anos morta por um tiro acidental no bairro do Garcia era sobrinha do compositor Filipe Escandurras. Segundo uma fonte do “a família está arrasada”. A vítima era criada pela mãe do artista. O enterro está marcado para as 16h, em Salvador.

De acordo com relatos de testemunhas, a vítima identificada como Darlene Lívia de Almeida Cunha estava na casa de uma amiga, filha de um policial aposentado. A amiga pegou a arma do pai, que não estava em casa no momento, para mostrar para a vítima. Em um descuido durante uma brincadeira, o instrumento disparou.

Procurada pelo BNews, a Polícia Civil informou que a 3a Delegacia de Homicídios (DH-BTS) do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) “investiga a morte da garota de 13 anos por disparo de arma de fogo no bairro do Garcia, na noite de sábado”.

 

“Até o momento, a apuração tem indicativo de que o disparo foi acidental, efetuado por uma adolescente, filha de um policial militar da reserva. Ele foi ouvido no DHPP e demais providências de polícia judiciária estão sendo tomadas”, completa a nota.

 

Filipe Escandurras é um dos compositores de maior sucesso do Brasil, emplacando hits nos repertórios de artistas como Bell Marques, Durval Lelys e Ivete Sangalo, entre outras. Ele não foi encontrado pelo para comentar o caso.

Facebook Comments