Data de Hoje
26 September 2021

Geddel cobra do governo cumprimento de acordo com ACM Neto para o BRT

O presidente do PMDB na Bahia, Geddel Vieira Lima, criticou, nesta terça-feira (21), o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) por não cumprir um acordo feito com o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), para a liberação de recursos para o BRT (Bus Rapid Transit) que fará, inicialmente, o trajeto Estação da Lapa x Ligação Iguatemi-Paralela (LIP).

A gestão soteropolitana depende dos recursos da União para dar início às obras, com previsão inicial de R$ 1,2 bilhão. A contrapartida do governo federal seria de R$ 600 milhões. Com a garantia de recursos da União, o prefeito pode lançar o edital de licitação e captar financiamento para iniciar a construção do corredor exclusive. A prefeitura deve empenhar R$ 600 milhões no BRT, entre recursos próprios e empréstimos.

“O governo Dilma além de tudo é mesquinho e não cumpre compromissos. A posição do Governo, em relação ao BRT de Salvador, prejudica a cidade”, criticou o peemedebista.

Recentemente, em entrevista à Metrópole, com o prefeito ACM Neto no estúdio, o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, afirmou que “em breve” vai autorizar a liberação dos recursos. “Avançamos bastante e estamos na reta de chegada já. Qualquer investimento seja do PAC, privado ou orçamento da União, tem as negociações a serem feitas. ”

Facebook Comments