Data de Hoje
23 October 2021

Geddel cobra maior rigor da Sucom com a CCR Metrô Bahia

O candidato ao senado pela principal chapa de oposição ao governo da Bahia, Geddel Vieira Lima (PMDB), usou as redes sociais nesta terça-feira (22) para cobrar do seu principal aliado, o prefeito de Salvador ACM Neto (DEM), rigorosidade com a concessionária CCR, responsável pela administração do metrô de Salvador.

Isso porque, como informado com exclusividade pelo Bocão News no início de junho (veja aqui), as seis estações – Lapa, Campo da Pólvora, Brotas, Bonocô e Acesso Norte – não possuem o termo de conclusão da obra, o 'Habite-se', alvará concedido pela autarquia soteropolitana, além de outras licenças necessárias exigidas conforme legislação municipal.

“Essa notícia de que o Metrô está circulando sem uma série de licenças é preocupante. Acho que a prefeitura tem que ser rigorosa. Dizer o que está faltando e se não cumprirem mandar parar sem essa de eleição. Depois Deus nos livre, acontece um problema e vão dizer que a prefeitura é responsável. Em Moscou teve acidente de metrô, não foi? E a catástrofe na boate em Santa Maria? Até hoje o prefeito paga o preço por ter deixado funcionar sem licença. Depois que a casa tiver arrombada, já foi”, alertou o peemedebista.

As pendências nas obras do metrô com relação à prefeitura de Salvador voltaram à tona na imprensa local nesta terça (22). Em reportagem publicada no último dia 11 de junho, o Bocão News já tinha alertado sobre as pendências da CCR com a Sucom.  Em conversa com o site na época, a autarquia informou que representantes do consórcio se reuniram com os técnicos do órgão “com o objetivo de ultimar as licenças para o funcionamento pleno do metrô de Salvador”. Ainda conforme a Sucom informou à reportagem, “medidas necessárias foram solicitadas à CCR para a conclusão definitiva dos processos de licenciamento, assegurando, assim, o funcionamento pleno do equipamento, com a outorga de todas as autorizações emitidas por esta autarquia municipal”.

Apesar do não cumprimento dos protocolos necessários para o funcionamento do sistema, política que a Sucom costuma tratar com rigorosidade em diversos casos já relatados pela imprensa, o metrô de Salvador foi inaugurado no último dia 10 de junho pela presidente Dilma Roussef (PT) e pelo governador Jaques Wagner (PT). Os trens foram testados durante o período de jogos da Copa do Mundo. Durante o mês de julho, o metrô funciona das 10h às 16h. Já em agosto e setembro, o sistema começa a operar a partir das 9h.

Por: David Mendes 

Facebook Comments