Data de Hoje
18 June 2024
Foto reprodução

Geddel é citado em investigação de Sérgio Moro

Testemunha de acusação no processo contra o ex-presidente Lula em Curitiba, o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró disse ao juiz federal Sérgio Moro, nesta quinta-feira (24), que quem indiciou o senador cassado Delcídio do Amaral para a diretoria de gás e energia da estatal em 1999 foi o PMDB, durante a gestão de Fernando Henrique Cardoso.

“Delcídio tinha trânsito muito grande, ele tinha sido do PSDB. Inclusive, quem indicou ele para a Petrobras, em 1999, foi o PMDB, foi o pessoal do Geddel, o Jader Barbalho. E esse pessoal orientou o ministro Sillas (Rondeau, Minas e Energia), que fazia parte do grupo, a que me procurasse”, falou.

Ele também garantiu que não tinha contato com o ex-presidente quando assumiu o cargo na Petrobras em 2003. “Não houve negociação com o Lula. Eu soube que quem fazia essas indicações na época era o ministro Zé Dirceu. Não conheci o presidente Lula nessa época e não sei de nenhuma interferência dele neste caso”, afirmou.

Fonte: Varela Notícias