Data de Hoje
29 February 2024

General diz que foi demitido por não nomear padrinho de Flávio Bolsonaro

O ex-secretário do Esporte, o general Décio Brasil diz acreditar que foi exonerado por ter resistido a atender a um pedido de Jair Bolsonaro, de nomear a um cargo um amigo de Flávio Bolsonaro, segundo informa a coluna Painel, da Folha de S. Paulo.

Trata-se de Marcelo Magalhães, que é padrinho de casamento de Flávio Bolsonaro. “Talvez tenha desagradado o presidente”, disse. “Como ele é impulsivo, tomou a decisão”. O general revelou detalhes do aparelhamento do ministério. “Um subordinado que não falava comigo, que me disse que só conversaria com o ministro, com o presidente ou com o senador”.