Data de Hoje
20 June 2021

Governo afegão anuncia retomada de Kunduz e morte de 150 talibã

A tomada da cidade estratégica foi a conquista militar mais importante dos talibãs desde que foram tirados do poder em 2001, após a invasão dos Estados Unidos e seus aliados

O governo do Afeganistão anunciou nesta quinta-feira que pelo menos 150 talibãs morreram e outros 90 ficaram feridos na operação militar das tropas afegãs que recuperou o controle da estratégica cidade de Kunduz, no norte do país, que tinha sido tomada na segunda-feira pelos insurgentes. O Ministério da Defesa do Afeganistão informou que a operação militar iniciada na noite de ontem, que teve a participação de tropas da Otan e da Força Aérea dos Estados Unidos, permitiu a tomada de Kunduz no começo da manhã desta quinta-feira.

“A operação continua agora nos arredores de Kunduz, na área de Sedarak, mas a resistência do inimigo é frágil”, acrescentou o Ministério da Defesa, que garantiu que não houve mortes de civis, em comunicado. O presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, tinha pedido ontem às forças de segurança do país que implementassem “os planos do governo” e libertassem a cidade de Kunduz dos terroristas.

O porta-voz do Ministério do Interior do Afeganistão, Sediq Sediqqi, confirmou em seu perfil no Twitter que “as forças de segurança controlam a cidade de Kunduz”, e que a cidade “foi recuperada e está livre de terroristas, que sofreram fortes baixas”. A tomada de Kunduz foi a conquista militar mais importante dos talibãs desde que foram tirados do poder em 2001, após a invasão dos Estados Unidos e seus aliados, e aconteceu um dia antes de o presidente Ashraf Ghani completar um ano no poder.

Por: Veja

Facebook Comments