Data de Hoje
19 June 2024
Foto Arquivo Click Notícias

Governo do Estado se une com a prefeitura para maltratar o povo do subúrbio, entenda

Quem precisa de atendimento médico no Subúrbio precisa se deslocar para hospitais longe de sua residência, pasmem, mesmo assim hospitais tem negado atendimento.

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24h que funciona no bairro de Escada, subúrbio ferroviário de Salvador, encerrou as atividades de forma definitiva 28 de dezembro de 2016 e, com isso, suspendeu aproximadamente sete mil atendimentos mensais à população através do Sistema Único de Saúde (SUS).

Com isso quem precisa de atendimento médico procura a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24h, no bairro de Periperi, que segundo moradores nem sempre consegue ser atendidos. Um morador descreveu a precariedade dos atendimentos. “Outro dia trouxe o meu sobrinho aqui precisando de um ortopedista, mas não encontrei. Tive que sair por vários hospitais até encontrar”, disse o morador, sem se identificar.

Quem também se mostrou insatisfeita com o atendimento da unidade de Periperi foi Jucélia Alves, moradora do subúrbio há 20 anos. Segundo ela, a dificuldade é grande quando pretende marcar exames e também reclamou da falta de médicos. “Tem dias que não tem médicos. Quando isso acontece, os funcionários mandam a gente voltar para casa e voltar outro dia”, disse indignada.

Em Plataforma existe uma Unidade de Saúde porém, após a reforma, nunca foi reaberta, entenda aqui—> NEGLIGÊNCIA: UNIDADE DE EMERGÊNCIA DE PLATAFORMA FECHADA HÁ MAIS DE DOIS ANOS

A falta de remédios também é um dos pontos que os usuários do serviço médico mais reclamam. De acordo com outro morador que não quis se identificar, o atendimento deixa a desejar e sempre faltam remédios na farmácia. “É muito raro encontrar medicamento. Toda vez que preciso, fico na mão”, denunciou.

De acordo com informações do site Subúrbio News, na última segunda-feira (30/01),  recebeu uma denúncia de um leitor que passou por uma situação constrangedora.

Entenda a história

Tudo aconteceu após a sua filhinha de apenas 04 anos de idade sofrer um acidente, onde a menina caiu de uma laje e precisou de um atendimento emergencial. Necessitando de auxilio, o cobrador partiu para o UPA de Escada, onde ao chegar encontrou a unidade FECHADA, então Israel resolveu ir ao UPA de Periperi, chegando lá recebeu a triste notícia de que não estava funcionando, o pai preocupado procurou a sua última opção próximo, o Hospital do Subúrbio, onde ao chegar negou o atendimento à pequenina.