Data de Hoje
20 June 2021

Grupo assalta dois bancos e deixa uma pessoa baleada na cidade de Cocos

Um grupo de dez homens assaltou dois bancos na manhã desta segunda-feira (10) na cidade de Cocos, que fica na fronteira da Bahia com Minas Gerais. Durante a ação, os criminosos fizeram reféns e uma pessoa foi baleada.


De acordo com a delegada de Cocos, Luzmaia Cecília de Souza e Silva, o caso aconteceu por volta de 11h30. Eles chegaram à cidade com um carro modelo Eco Sport branco e outro veículo roubado na zona rural da cidade. Dentro de Cocos, o grupo ainda roubou uma Hilux preta.


Dois bancos foram assaltados durante a ação, que durou pouco menos de uma hora. Segundo informações da delegada Luzmaia, as agências do Banco do Brasil e do Bradesco ficam próximas uma da outra.


Os criminosos fizeram disparos durante a ação e uma bala perdida atingiu uma pessoa. "Os tiros eram aleatórios e não houve confronto com a polícia", relata a delegada do município. A vítima do disparo, um homem de nome William, foi encaminhada para um hospital em Barreiras. Segundo Luzmaia Cecília, ele não corre risco de morte e foi levado à unidade de saúde apenas para retirar a bala que ficou alojada no seu ombro.


Na fuga, os criminosos fizeram reféns – dois vigilantes e outros dois funcionários do Banco do Brasil, além de três a quatro clientes do Bradesco. Eles foram liberados a cerca de 10 quilômetros da cidade. Em seguida, a quadrilha queimou o carro Eco Sport e fugiu na Hilux Preta. Os envolvidos no crime seguem procurados.


Assalto em menos de um ano

Em março de 2013, as duas agências também foram atacadas por homens armados. Durante a ação, eles efetuaram diversos disparos para o alto, assustando a população por cerca de 45 minutos. 


Cerca de 10 pessoas entre funcionários dos dois bancos e pessoas que estavam nas redondezas foram levadas como reféns. Eles foram liberados em seguida na localidade de Camaçari, a cerca de 10 quilômetros do centro de Cocos.  


Em julho, quatro ladrões suspeitos de envolvimento no roubo foram presos em uma operação da polícia baiana na região Oeste da Bahia. Com eles, a polícia apreendeu uma metralhadora antiaérea, armamento capaz de derrubar um helicóptero e perfurar carros blindados. Em nota, a polícia divulgou na época que se tratava da "maior quadrilha" de assalto a banco do estado.


Além da metralhadora antiaérea, a polícia apreendeu quatro fuzis, dentre eles um do modelo AK47, uma pistola de fabricação israelense, farta munição, carregadores alongados e equipamentos como RED DOT (mira vermelha), além de ferramentas empregadas para arrombar cofres e carros-fortes. 



Suspeitos do assalto ocorrido no ano passado foram presos quatro meses depois

O Banco do Brasil de Cocos já havia sido assaltado em 2007. Na ocasião, dois suspeitos foram mortos após o assalto em confronto com a polícia.

 

 

 

Fonte: Correio24horas

Facebook Comments