Data de Hoje
4 August 2021

Há espaço para seleção ganhar e Dilma perder, diz FHC

Ex-presidente Fernando Henrique Cardoso

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse avaliar que os brasileiros sabem separar política de Copa do Mundo. Em conversa com jornalistas, após receber uma homenagem da Academia Brasileira de Eventos e Turismo na capital paulista, FHC afirmou que, agora, o povo não está preocupado com eleições e só vai discutir eleição no País após o Mundial. Questionado, o ex-presidente tucano disse não se preocupar com um possível favorecimento da popularidade da presidente Dilma Rousseff com a Copa. “Tem espaço para fazermos muito gol, comemorarmos e ela (Dilma) perder a eleição”, afirmou. Sobre a declaração recente do candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, de que o governo “conseguiu surfar” no momento positivo da Copa, Fernando Henrique afirmou que pode haver, sim, um uso político equivocado. “Pode ser que algumas pessoas estejam usando politicamente a Copa, eu não acho que se deva fazer isso. A Copa é um evento nacional, de todos nós”. Fernando Henrique reforçou algumas vezes que torce para que a seleção possa conquistar o hexa e que manteve a esperança mesmo com a perda de Neymar, que foi afastado após sofrer uma lesão na coluna na partida de sexta-feira contra a Colômbia. “Neymar é realmente um jogador excepcional, mas há outros que são bons também, o Oscar é bom”, disse, lembrando que o próximo adversário do Brasil, a Alemanha, também tem teve dificuldade em vencer algumas partidas. “Temos que pôr a barba de molho e torcer.”

Ana Fernandes e Ricardo Chapola

Facebook Comments