Data de Hoje
1 March 2024
Foto: Reprodução

História de preconceito: consulesa da França foi barrada em hotel de luxo

“No brasil, já fui barrada em hotéis de luxo, que só me deixaram entrar ao perceber o sotaque francês, se fosse uma brasileira negra, provavelmente não deixariam. Isso paralisa e dói. Tenho mestrado, pesquiso o tema, mas quando acontece comigo é tão violento que não ajo. Meu ativismo é a melhor forma que encontrei para lidar contra o preconceito racial, porque não quero me tornar pior do o racista ao devolver a ofensa”

Alexandra Loras, 38, consulesa da França em São Paulo

Por Bol