Data de Hoje
30 July 2021

Hoje: com prédio da Justiça isolado e sem transmissão ao vivo, Lula depõe a Moro

Os ânimos acirrados de apoiadores da Operação Lava Jato, de um lado, e de militantes favoráveis a Luiz Inácio Lula da Silva, de outro, vão ter que aguardar e ter paciência nesta quarta-feira (10/5), quando o ex-presidente depõe ao juiz Sergio Moro, em Curitiba, a partir das 14h. Enquanto Lula e Moro estiverem frente a frente pela primeira vez, o resto do país deve aguardar– e bem longe do prédio da Justiça Federal. A região onde fica a sede da Justiça Federal, no bairro do Ahú, na capital paranaense foi bloqueada para evitar a presença de manifestantes, desde as 23h de terça-feira (9/5). Apenas moradores, comerciantes e profissionais de imprensa credenciados, além dos servidores do Judiciário, terão acesso ao local.

Para aumentar a ansiedade dos militantes, o depoimento não terá nenhum tipo de transmissão ao vivo, apesar de ser publicado, na íntegra, em vídeo, algumas horas depois. Portanto, é provável que só se saiba o que Lula disse a Moro algumas horas depois do final do depoimento, a não ser que haja vazamentos. A fim de evitar isso, o juiz Sergio Moro proibiu até o uso de celulares na audiência. O ex-presidente será interrogado pelo processo em que foi acusado pelo MPF (Ministério Público Federal) do Paraná de receber como parte do pagamento de propinas pela OAS –em troca de três contratos da empreiteira com a Petrobras –um tríplex no edifício Solaris, no Guarujá, no ano de 2009. Lula nega a posse e mesmo qualquer pedido sobre o imóvel. O processo está na fase de instrução.

Onde se concentrarão os militantes Uma reunião entre a Prefeitura de Curitiba, Ministério Público e movimentos contrários e favoráveis ao ex-presidente definiu a mudança do local onde a militância de Lula se concentrará. O grupo foi realocado da Boca Maldita, no centro histórico, para a Praça Santos Andrade, também no centro, próxima à UFPR (Universidade Federal do Paraná). A militância anti-Lula e de apoio à operação Lava Jato será mantida no Centro Cívico, mas em espaço agora mais delimitado: a área de parque localizada atrás do Museu Oscar Niemeyer, na mesma região. A partir das 10h, está prevista uma concentração na praça Santos Andrade, com atos culturais e debates sobre democracia.

Os militantes pró-Lula devem permanecer por lá até o final do depoimento. Ainda não se sabe se Lula irá juntar -se a eles depois que sair da Justiça Federal. Vários ônibus de integrantes da Frente Brasil Popular chegaram a Curitiba nesta semana para apoiar Lula. Segundo Eder Borges, líder do MBL em Curitiba, o vídeo em que o juiz Sergio Moro pediu para as pessoas não participarem das manifestações deve esvaziar o ato, com concentração prevista também para as 10h.

Facebook Comments