Data de Hoje
16 June 2021

Homem mata filha de ex-namorada a marteladas após fim de relacionamento

 

Um elemento identificado como Adilton Cunha, de 29 anos, está sendo procurado pela polícia do município de Vila Boa, interior do Estado de Goiás. Ele é suspeito de matar a golpes de martelo uma jovem identificada como Karina Carvalho Leite, a filha de 18 anos de sua ex-companheira, após o fim do relacionamento. O crime foi testemunhado pelo irmão da vítima, uma criança de apenas dois anos de idade. Segundo o delegado responsável pelo caso, Dr. Jandson Bernardo da Silva, o homicídio ocorreu na noite de sábado para domingo e o suspeito continua foragido.

Para o delegado, mesmo sem a resposta dos laudos, o inquérito já está concluído e tudo aponta para Adilton como o autor do crime. Parentes e vizinhos foram ouvidos nesta terça e informaram que mãe da vítima e o suspeito tinham terminado o relacionamento, descrito como instável, recentemente e que Adilton teria comentado que a ex-companheira “iria se arrepender”.

— A mãe da vítima saiu para trabalhar à noite e confirmou que deixou os filhos, a vítima e o bebê de dois anos, em casa com o suspeito. Após o crime, o suspeito levou a criança, que teria visto toda a ação, para a casa de um amigo antes de fugir da cidade. O corpo só foi encontrado no domingo pela manhã por uma tia que foi até a casa e encontrou a jovem sem vida – explicou o delegado.

A possível arma do crime, um martelo, foi encontrada suja de sangue e com fios de cabelo debaixo de uma cama. Apesar do laudo da perícia ainda não estar concluído, o delegado acredita que o resultado da perícia do sangue e do cabelo será compatível com a vítima. Nas análises iniciais não foi encontrado indício de abuso sexual no corpo da jovem.

Pelo que foi apurado pela polícia, o suspeito ainda frequentava a casa da vítima após o fim relacionamento por ser apegado a criança, que o chama de pai. O delegado trabalha com a hipótese que uma discussão, somado ao desejo de vingança pelo fim do relacionamento com a mãe da estudante, tenha levado o suspeito a cometer o crime. De acordo com os depoimentos, Adilson e a vítima haviam se desentendido antes, após a jovem relatar à mãe sobre traições do namorado.

O pedido de prisão de Adilton foi solicitado nesta quarta e a Polícia Militar já iniciou as buscas pelo suspeito. O prefeito decretou luto oficial na cidade na segunda-feira, dia que o corpo de Karina foi sepultado.

Facebook Comments