Data de Hoje
2 December 2021

Hospitais começam a aderir à greve dos servidores da saúde

Funcionários dos hospitais públicos começam a aderir a greve dos servidores da saúde nesta quinta-feira, 23, que começou na sexta-feira, 17. A informação foi confirmada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado da Bahia (Sindisaúde), contudo a assessoria da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) afirma que o funcionamento das unidades está normal.

Na manhã desta quinta os servidores realizaram ato no Centro Administrativo da Bahia (CAB). O grupo seguiu da Secretaria da Saúde (Sesab) em direção à Governadoria. Eles tentaram agendar audiência com o governador Rui Costa.

A tesoureira da entidade Ivanilda Brito diz que a decisão da Sesab de cortar o adicional de insalubridade dos trabalhadores foi o ápice do descaso com a saúde no estado. “Nossa pauta é muito maior que a questão da insalubridade. Queremos a valorização do Serviço Único de Saúde (SUS), que está sendo desmantelado na Bahia, melhores condições de trabalho e novo concurso”, disse a sindicalista.

Ivanilda informou ainda que com a adesão dos hospitais os serviços essenciais serão mantidos. “Se a adesão for total, será respeitado os 30% necessários para atender urgência, emergência e serviços essenciais”.

Ilegal

O Tribunal de Justiça da Bahia considerou ilegal o movimento de greve do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde da Bahia (Sindsaúde). O descumprimento da decisão pode acarretar em multa diária de R$ 50 mil.

Mesmo com a decisão do TJ os servidores decidiram manter a greve.

Facebook Comments