Data de Hoje
20 January 2022

Hospital se confunde e desliga aparelhos da pessoa errada

O Hospital Sainy Barnabas, em Nova Iorque, Estados Unidos, enfrenta um processo judicial após ter permitido o desligamento dos aparelhos do paciente errado. A unidade confundiu as fichas dos pacientes Frederick Williams, de 40 anos, com a Freddy Clarence Williams, também 40 anos.

 Esse segundo sofreu um dano cerebral e foi encaminhado ao hospital no dia 15 de julho do ano passado. A unidade então errou ao ligar para a irmã de Frederick Williams em vez dos parentes de Freddy Clarence Williams.

A familiar, Shirell Powell, afirmou que lhe disseram que o paciente era seu irmão. Após a confirmação da morte cerebral de Williams, no dia 29 de julho, Powell autorizou o desligamento de seus aparelhos. A confirmação de que se tratava de outra pessoa veio após o exame do legista.

Shirell então se desesperou e entrou com um processo contra o hospital pelo erro. A unidade responde por danos emocionais e negligência.

– Foi realmente doloroso. Eu matei alguém que sequer conhecia! – declarou Powell.

O irmão, Frederick Williams, não estava internado no hospital no momento em que a Powell foi acionada. Ele já havia sido paciente do local e sua ficha, previamente cadastrada, aguardava a chegada dele à unidade. Ele sofreu um dano cerebral pela ingestão de narcóticos e seria transferido ao hospital Sainy Barnabas.

Facebook Comments