Data de Hoje
18 September 2021
Foto: Reprodução

Humorista do SBT é acusado de obrigar funcionários a devolverem seus salários

O MPE (Ministério Público Estadual) abriu investigação contra o vereador Marco Antônio Ricciardelli, o Marquito (PTB), integrante do “Programa do Ratinho”, do SBT. A suspeita do MPE é de que funcionários que trabalham no gabinete dele são obrigados a devolver parte dos salários para o parlamentar.

Na semana passada, dois ex-funcionários de Marquito prestaram depoimento ao promotor de Justiça Cassio Conserino e falaram que fazem “repasses” de seus salários para vereador.

Uma das testemunhas mostrou os holerites nos quais constam os depósitos dos valores acima do seu salário e deixou também com o promotor cópia de extratos bancários nos quais constam saques de valores altos em dinheiro feitos sempre no dia de pagamento.

Ratinho, que sempre critica a corrupção e roubalheira no país, vem sendo cobrado em suas redes sociais pelo fato de manter Marquito como integrante do programa. Os internautas estão pressionando Ratinho, que se ateve a dizer no ar que “quem errou deve pagar por isso.

Oficialmente, o SBT diz que a emissora não tem nada a ver com o trabalho de vereador de um de seus funcionários, pois Marquito é apenas humorista do canal. E que ele continua normalmente trabalhando na emissora.

Internamente na emissora, comenta-se que se a questão não for resolvida rapidamente, Marquito vai perder espaço na TV até a poeira baixar. O humorista pode aparecer menos no “Programa do Ratinho”, com o pretexto de estar trabalhando como vereador ou fazendo shows pelo país.

Click Notícias

Facebook Comments