Data de Hoje
26 September 2021
Após Lulaaceitar cargo de ministro o dólar bate em alta- foto montagem Click Notícias

Ida de Lula ao Ministério fez dólar operar em alta R$ 3,85

O dólar opera em alta mais uma vez nesta quarta-feira (16), reagindo, primeiro à expectativa pela manhã, e depois, no início da tarde, à confirmação de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será o novo chefe da Casa Civil.

As 14h39, a moeda norte-americana subia 1,06%, vendida a R$ 3,8032, após atingir R$ 3,8542 na máxima do dia, segundo a Reuters. Veja a cotação do dólar hoje.

Mais cedo, o líder do governo na Câmara, o deputado José Guimarães (PT-CE), afirmou em sua conta no Twitter que Lula assumiria a Casa Civil no lugar de Jacques Wagner. O dólar acelerou a alta com a confirmação e atingiu as máximas do dia, para em seguida perder um pouco do fôlego com realização de lucros, destaca a Reuters.

Acompanhe a cotação do longo do dia:

Às 9h09, alta de 1,31%, a R$ 3,8125.

Às 9h19, alta de 1,58%, a R$ 3,8226.

Às 9h39, alta de 1,71%, a R$ 3,8275.

Às 9h59, alta de 1,35%, a R$ 3,8139.

Às 10h39, alta de 1,28%, a R$ 3,8113.

Às 11h, alta de 1,24%, a R$ 3,8098.

Às 11h49, alta de 1,76%, a R$ 3,8291.

Às 12h39, alta de 1,74%, a R$ 3,8284.

Às 12h50, alta de 1,32%, a R$ 3,8216.

Às 13h10, alta de 0,7%, a R$ 3,7895.

Às 13h49, alta de 0,5%, a R$ 3,7818.

Às 14h09, alta de 0,68%, a R$ 3,7888.

sadsdsadsdad

Rumores sobre saída de Tombini

O humor do mercado também está sob influência dos rumores de que o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini possa deixar o cargo. Segundo o blog da colunista do G1 Thais Herédia, “a saída de Tombini é uma ameaça, mas é real”, de acordo com uma fonte do mercado, próxima à Tombini.

“Seria uma volta à nova matriz econômica”, disse o economista da 4Cast Pedro Tuesta à Reuters. “Isso é muito ruim para o Brasil.”

Dilma estava reunida nesta manhã com Lula e os ministros da Fazenda, Nelson Barbosa, e da Casa Civil, Jaques Wagner. Ainda não foi feito um anúncio oficial.

“O mercado está muito volátil e guiado pelo noticiário. Não descartamos mudanças súbitas de direção (do câmbio) no caso de novos acontecimentos – algo que não é difícil de encontrar no Brasil hoje em dia”, escreveram estrategistas do banco BNP Paribas em nota a clientes.

Analistas consultados pela Reuters afirmam que seria infrutífero usar as reservas internacionais para enfrentar a crise econômica no Brasil, como sinalizado pelo governo recentemente. Segundo eles, isso aumentaria o descrédito com o país e teria consequências inflacionárias.

Cenário externo

Eventual aumento de juros nos EUA pode levar à saída de dólares de países considerados menos seguros, como o Brasil.

Atuação do BC

Nesta manhã, o BC realizou mais um leilão de rolagem dos swaps que vencem em abril com venda integral dos 9,6 mil contratos. Até o momento, o BC já rolou US$ 5,535 bilhões, ou cerca de 5% do lote total para abril, que equivale a US$ 10,092 bilhões.

Véspera

Na véspera, o dólar avançou 3,03%, cotada a R$ 3,763 – a maior alta desde 13 de outubro de 2015 (3,58%). A moeda dos EUA acumula alta de 4,79% só nesta semana, diante do novo cenário político, sendo que havia despencado 10,30% neste mês até o fim.

G1
Facebook Comments