Data de Hoje
14 June 2024
Foto: Reprodução

Igor Kannário comparece a sessão nesta terça (7), mas se recusa a falar sobre faltas

Presente pela primeira vez aos trabalhos legislativos na Câmara Municipal de Salvador, o neovereador Igor Kannario (PHS) se recusou a falar com a imprensa sobre a sua baixa produtividade na Casa.

Eleito com 11.432 votos, até esta terça-feira (7), o pagodeiro só tinha comparecido ao plenário para a própria posse, no segundo dia do ano. De lá para cá, ao contrário dos demais colegas novatos, não apresentou sequer uma proposta nem participou das discussões sobre as formações de comissões ou lideranças de bancadas. Apesar de integrante da base aliada do prefeito ACM Neto (DEM) ele é uma das atrações com contratação confirmada pelo Executivo soteropolitano para duas apresentações no carnaval.

Nesta segunda (6), uma assessora do edil foi à Presidência do Legislativo justificar que o político-cantor tinha sofrido uma “crise renal”, sem apresentar atestado médico. No entanto, 48h antes, na madrugada de sábado (6) ele estava no palco, convidado de uma badalada festa de verão na capital baiana. Ainda com comportamento de artista, embora ocupe cargo público, ao ser abordado uma integrante da equipe do edil interveio e disse que ele só falaria ao final da sessão.

Conforme o regimento da Câmara, caso não apresente o comprovante de que necessitou de afastamento no período de ausência, Kannario terá 1/30 (um 30 avos) do seu salário, de R$ 18.732, cortado.

Com informações do Bahia Ba