Data de Hoje
15 June 2024
José Agnaldo foi achado morto em Santo Estêvão (Foto: Reprodução)

Irmãos gêmeos são presos suspeitos de matar secretário de Santo Estêvão

Corpo da vítima foi encontrado em casa, no dia 4 de abril.

Suspeitos foram presos na madrugada desta sexta-feira (29).

A polícia prendeu, na madrugada desta sexta-feira (29), dois suspeitos de matar o secretário da Educação do município de Santo Estêvão, a cerca de 160 km de Salvador.

Segundo a Polícia Civil da cidade, os suspeitos são irmãos gêmeos. A dupla já tinha prisão decretada pela Justiça por conta do crime. Eles foram presos por policiais civis no município de Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador, após investigações. Segundo a polícia, os suspeitos estavam escondidos na cidade.

A identidade dos suspeitos não foi divulgada pela polícia. De acordo com o coordenador da 1ª Coorpin/Feira de Santana, João Uzzum, que investiga o caso, os dois suspeitos confessaram o crime em depoimento, mas a polícia ainda não tem detalhes da ação e nem do vínculo deles com a vítima.

Crime

O secretário da Educação de Santo Estêvão, José Agnaldo Barreto de Almeida, 42 anos, foi encontrado morto dentro de casa, na manhã do dia 4 de abril, com as mãos amarradas e marcas de violência pelo corpo. Ele morava no bairro Bosque. Após a morte, a prefeitura da cidade decretou luto de três dias.

O carro e um celular da vítima foram roubados, segundo informaram familiares. O veículo do secretário foi encontrado em uma estrada de terra, atrás do cemitério municipal da cidade.

José Agnaldo era solteiro, não tinha filhos e morava sozinho. Ele atuava à frente da Secretaria Municipal da Educação desde 2012. Em nota, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia e a comunidade do Colégio Estadual Luis Eduardo Magalhães de Santo Estêvão, onde José Agnaldo também trabalhava como professor, lamentaram o ocorrido.

Por G1 BA