Data de Hoje
23 October 2021
Foto: Reprodução

Jady Duarte, ficante de Usain Bolt no Brasil, já foi casada com chefe do tráfico no Rio

Usain Bolt, considerado o homem mais rápido do mundo, marcou mais uma vez a memória do mundo inteiro, e aumentou a sua fama de pegador. Após dançar, rebolar, cantar hip hop numa boate, o maior velocista da atualidade ainda saiu com uma brasileira. No caso, a estudante Jady Duarte.

Jady foi informada que várias fotos dela com o atleta na cama tinham vazado em grupos de Whatsapp na companhia de Bolt. “Eu só mandei para o grupo das meninas minhas amigas, Agora você vê…”, observou ela: “Só mandei e disse ‘só quem viu a Olimpíada vai saber quem é”. O mundo inteiro sabe.

A estudante contou que estava na boate All In, na Barra, na Zona Oeste do Rio, com um amigo e uma amiga, a dois camarotes do camarote do atleta. Foi quando ele a viu. “Ele mandou um segurança me chamar, falamos rapidamente. Mas na hora nem sabia que ele era ele, porque eram muitos jamaicanos parecidos”, diz.

A estudante que teve um romance por uma noite com Bolt já foi casada com chefe do tráfico no Rio de janeiro:

A carioca já foi casada com Douglas Donato Pereira, conhecido no Rio de Janeiro como “Diná Terror”, ex-chefe do tráfico no morro Faz Quem Quer. O rapaz foi morto em março deste ano e era acusado da morte de Rayssa Christine Sarpi, de 18 anos, que foi filmada enquanto era torturada pelos traficantes comandados de Diná Terror. Ele também foi tido como responsável pela morte de outra jovem com mais de vinte tiros por vingança, já que seu namorado havia levado drogas do “Faz Quem Quer” para o Complexo da Maré.

Com informações Jornal Extra

 

Facebook Comments