Data de Hoje
20 October 2021

Jaques Wagner “rejeita” decreto de Dilma e repassará poder a comandantes militares

Presidente havia passado poderes ao Ministro da Defesa por meio de decreto

Depois da presidente Dilma Rousseff (PT) passar ao Ministro da Defesa, Jaques Wagner, por decreto, o poder para edição de atos relativos a pessoal militar, o ex-governador da Bahia vai editar uma portaria para delegar aos comandantes da Marinha, Exército e Aeronáutica novamente essas funções.

O texto publicado na sexta-feira (04) no Diário Oficial da União causou polêmica e a medida de Wagner visa minimizar o desgaste criado com as Forças Armadas, que já estavam insatisfeitas com a ideia do Planalto de retirar o status de ministério do Gabinete de Segurança Institucional, do general José Elito, segundo o jornal “Folha de São Paulo”.

Entre as funções delegadas a Wagner, estão as de transferir para a reserva remunerada oficiais superiores, intermediários e subalternos, reformar oficiais da ativa e da reserva, demitir a pedido, promover aos postos oficiais superiores, designar e dispensar militares para missão de caráter eventual ou transitória no exterior, entre outras. “Não houve nenhuma intenção de usurpação de poder. Foi simples normatização”, explicou Jaques Wagner.

Por VN
Facebook Comments